Jogador de futebol chileno rejeitou um grande clube brasileiro por sua fé

O zagueiro do Al Shabab da Arábia Saudita, Igor Lichnovsky, diz que mudou radicalmente sua vida e agora está focado em sua fé e família.

Fonte: https://www-evangelicodigital-com

El Mercurio, RedGol · 11 DE JANEIRO DE 2022 · 23:55

Lichnovsky diz estar feliz jogando na Arábia Saudita / RedGol

O zagueiro chileno Igor Lichnovsky garantiu que rejeitou ofertas do Flamengo e do futebol mexicano para ficar no Al Shabab, na Arábia Saudita, onde se diz feliz porque está focado em sua fé e em sua família.

“Mais do que uma religião, tenho uma relação com Deus, centrada no que acreditamos em Jesus. E apresentá-lo dessa forma não me dá problema na Arábia. Não daria um nome ao que acredito, porque temos a tendência de caricaturar a pessoa”, disse ele ao jornal El Mercurio.

Ela diz que não tem problemas em praticar sua fé na Arábia Saudita : “Sinto que posso viver minha fé na Arábia, sei que a lei é clara e que não posso compartilhar minha fé com outras pessoas, mas não estou proibida de viver a fé”.

Antes de vir para a Arábia, estudei o Alcorão e continuo a lê-lo. Deus me deu a graça, o carisma, de falar com pessoas de diferentes culturas. Corro o risco de levantar preocupações de diferentes tipos”, acrescentou.

Lichnovsky tomou suas últimas decisões guiado por sua fé : “Recentemente tomei a decisão de deixar o Cruz Azul em um momento importante do torneio, e muitos me questionaram e me censuraram por essa ação. Quando me perguntam por que fiz isso, explico que a decisão foi baseada na maneira como carrego minha fé.

Mais tarde, ele revelou: “Tive opções de ir para o Flamengo e pude voltar ao México para jogar no Tigres, mas assimilo tudo à minha fé . O sistema teria gritado vá para o Flamengo, mas não quero mais correr para lugar nenhum”.

“Já não sou o Igor que tinha 20 anos e foi para o Porto, aquele que procurava o sucesso e a glória. Deus está conduzindo minha vida . Às vezes se diz que o cristão é muito emotivo, mas não sou levado pelas minhas emoções, mas pelos fatos. Leio muito o Novo Testamento e construo sobre isso”, concluiu.

Por outro lado, o natural de Talagante falou sobre um possível retorno à seleção chilena: “Eu adoraria estar na seleção, nunca diria não, e isso era algo que eu sabia que iria jogar contra mim quando Vim para a Arábia Saudita, mas tenho 27 anos, ainda sou jovem”.

Publicado em: EVANGÉLICO DIGITALSOCIEDAD – Jogador de futebol chileno rejeitou um grande clube brasileiro por sua fé

Obs, compartilho esta postagem de acordo com a licença: https://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/3.0/deed.es_ES

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.